quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Sobre verminoses...

Tenho visto que muitos amigos tem sintomas que não conhecem e recorrem a médicos que não descobrem o que lhes causam estes sintomas...na maioria das vezes identifiquei como crise de vermes.
hoje achei essa entrevista e achei que repostá-la iria elucidar muitos desavisados com verminoses.



Verminose - Dr. Donaldo Guido Moeller Diener

ALEX: Muito bom dia! Estamos começando mais um programa Receita de Saúde e hoje nós vamos falar sobre vermes. As verminoses são muito comuns no Brasil e, por este motivo, nós convidamos o doutor Donaldo Guido Moeller Diener, que é pediatra, para tirar todas as nossas dúvidas sobre este assunto. Doutor, muito bom dia! Hoje em dia não se fala mais em exames para vermes, mas ele continua sendo um problema para a saúde das pessoas. Por que isso tem acontecido?

Dr. DONALDO: O que acontece é que dentro da nossa idéia de modernidade da sociedade, praticamente esse pensamento sobre o acometimento de verminose na pessoa, parece quase não existir mais. Porém, em determinadas comunidades esse problema chega a atingir até 80% das pessoas, então continua sendo um problema muito importante de saúde pública.

ALEX: O que são as verminoses?

Dr. DONALDO: A verminose é uma parasitose no ser humano, em que o parasita é um verme. Normalmente esse verme está alojado no intestino.

ALEX: E o que provoca o verme?

Dr. DONALDO: A parasitose é uma situação em que tem um organismo parasitando outro e normalmente ele só está ali usufruindo uma situação e acaba ocasionando, com o passar do tempo, um desequilíbrio nesse hospedeiro, causando inclusive doenças simples e em alguns casos, doenças graves.

ALEX: Como o médico percebe que um paciente tem verme?

Dr. DONALDO: Normalmente os vermes são assintomáticos (sem sintomas), porém, os sintomas mais comuns são dor abdominal, alteração no ritmo intestinal, ocasionando em alguns casos, diarréia ou constipação intestinal, prurido nasal ou coceira no nariz, coceira no ânus, prurido na pele, tosse, e em alguns casos extremos, quando algum cisto se aloja no cérebro, crises convulsivas, epilepsia e até casos de demência, dependendo do tamanho desse cisto.

ALEX: Como a pessoa pode pegar verme?

Dr. DONALDO: A verminose acaba entrando na pessoa através da ingesta de ovos contaminados e larvas. Essa é a contaminação mais comum, mas existe também uma contaminação até dinâmica, onde o verme, através da larva, acaba entrando através da pele, em lagoas contaminadas com esse tipo de verme que forma a larva e a larva sim, penetra na pele, alojando-se na pessoa.

ALEX: Mas o verme penetra através da pele se a pessoa tiver algum machucado. Seria isso?

Dr. DONALDO: Não necessariamente. O esquistossoma mansoni, que aqui na nossa região nós não temos, é um tipo de larva que chega na pele e acaba perfurando-a mesmo sem qualquer machucado, entrando na circulação sanguínea e se alojando no intestino, onde ele vai começar o seu ciclo.

ALEX: É verdade que os vermes provocam vontade de comer determinados alimentos?

Dr. DONALDO: Essa pergunta é muito interessante porque nós observamos dentro de uma revisão bibliográfica que nós realizamos, que dentro dos sintomas clínicos não se apresenta nenhuma vez a alteração de hábitos alimentares, porém, popularmente, temos o conhecimento de que há uma procura maior por doces.

ALEX: Quais cuidados a pessoa deve ter para se prevenir dos vermes?

Dr. DONALDO: A higiene é super importante. Por exemplo, quando a pessoa vai fazer uso do banheiro ela sempre deve lavar as mãos depois. Outra situação é o banho que deve ser diário. A lavação das roupas, tanto íntimas quanto de uso diário. As roupas de cama também devem ser lavadas periodicamente. Deve-se manter as unhas sempre bem cortadas porque existe um tipo de vermes em que a fêmea aloja os ovos na parte da região anal e dá esse prurido (coceira) e a pessoa acaba coçando o ânus e levando através da sua unha esses pequenos ovos. Se ela vai, por exemplo, comer um alimento e não lavou bem a mão após o uso do banheiro ou, como comentei antes, após a coceira anal, ele acaba se auto-infestando, levando novamente esses ovos infestados para a sua boca. A parte superimportante é a lavação dos alimentos (frutas e verduras) antes da ingesta e existem alguns vermes que vem através dos alimentos, como a carne de porco, que se estiver contaminada pela tênia e não for bem frita, ela acaba trazendo infestação, ocasionando a teníase na pessoa.

ALEX: É importante salientar que a carne de porco deve ser sempre bem passada?

Dr. DONALDO: Sempre bem passada. A carne de porco mal frita pode ter a possibilidade de transmitir cistos, se estiver contaminada por eles. Graças a Deus nós temos hoje em termos de vigilância sanitária um trabalho muito importante de fiscalização que é feito nos açougues. É importante também, sempre comprar alimentos que são de origem conhecida e que tem o selo do Ministério da Agricultura, porque aquele selo significa que o abatedor foi fiscalizado, inspecionado e que os mínimos cuidados de higiene daquele abatedor, foram observados.

ALEX: O senhor falou agora a pouco sobre lavar os alimentos. É importante usar também na lavação desses alimentos, produtos como o vinagre e o limão?

Dr. DONALDO: Podem ser usados porque são alguns elementos que acabam ocasionando a morte desses vermes que estejam alojados. Porém, nós temos uma situação muito interessante que é a giárdia, que é um protozoário que apresenta uma forte resistência, inclusive o cloro usado na água tratada que nós bebemos, e o cloro usado em situações de piscina pública, não chegam a matar esse tipo de cisto. Outra situação interessante é que muitas vezes a pessoa pode se contaminar através de piscinas.

ALEX: Os vermes atingem pessoas de todas as idades? Por que a impressão que se tem é de que ele atinge mais crianças?

Dr. DONALDO: Sim. A verminose pode atingir todas as idades, porém, pela própria atividade da criança, é mais comum a verminose na fase infantil. Nós sabemos que a criança, pela sua própria evolução, começa normalmente a sentar e a engatinhar no chão. Dentro dos primeiros dois anos da fase oral, a criança acaba colocando todos os objetos que vê na sua boca, e esses ovos - que podem estar alojados no chão em contato com algum brinquedo ou objeto direto que a criança coloca na boca -, acabam contaminando a criança. Outra situação é que a criança não observa tanto os cuidados de higiene que um adulto observa então ela acaba, muitas vezes, indo a um banheiro público e não lavando a mão após o uso desse banheiro, enquanto que um adulto já tem esses cuidados. Existe ainda uma outra situação da qual o adulto com o passar dos anos cria uma certa imunidade a determinados tipos de infestação por vermes. Então existe tanto a parte cultural, como já comentei antes, e a própria natureza dos adultos que os protegem mais, porém, esse pensamento de que só criança apresenta verminose, não é um pensamento correto. Os adultos também podem apresentar vermes e é por isso que nós recomendamos também um tratamento periódico de maneira preventiva.

ALEX: Quais são os tipos de vermes que existem?

Dr. DONALDO: Existem duas grandes famílias que poderíamos classificar como protozoários (a giárdia e a ameba) e os metazoários (que é a grande maioria dos vermes existentes).

ALEX: A pessoa pode acabar se tratando de um verme e deixando de tratar de outro?

Dr. DONALDO: Quando nós fazemos um tratamento de verminose nós temos que pensar em polinfestação, ou seja, se você ver, por exemplo, num exame de fezes só a presença de áscaris, a pessoa não deve tratar apenas aquele verme, mas aproveitar a oportunidade e tratar tanto a família dos protozoários quanto dos metazoários.

ALEX: O Receita de Saúde conversou com o doutor Donaldo Guido Moeller Diener, que é pediatra e trabalha em Joinville. Ele nos falou sobre verminose. Doutor, muito obrigado pela sua participação aqui no nosso programa!

Dr. DONALDO: Agradeço também a oportunidade de vir aqui conversar com vocês e poder transmitir uma situação que, muitas vezes, embora pensada que fosse ultrapassada, mas que devemos continuar pensando em verminose de uma maneira preventiva e, claro, a partir do momento em que estiver alojado, aí sim, buscar o tratamento completo.

ALEX: O programa Receita de Saúde fica por aqui. Voltaremos amanhã com mais um tema de saúde que vai interessar a você. Até lá!

RECEITA DE SAÚDE - Ficha Técnica
Direção: Odília Lourenço
Apresentação: Alex Paiva
Edição: Adriano dos Santos
Transcrição: Gabriela Nogueira

fonte:http://www.drogariacatarinense.com.br/2-19-programa/conteudo.php?cd_entrevista=224

2 comentários:

Letícia disse...

li a entrevista e fui procurar o médico....estranho, já faleceu a 1 ano... pena, parecia ser de extrema sabedoria!
lilica_alves2003@yahoo.com.br

Martha Batista de Lima disse...

Obrigada por essa informação.
Tenha certeza que ele esta em bom lugar.
Um abraço Energizado.